terça-feira, 25 de abril de 2017

PÃO DE SEMENTES INTEGRAL

PREPARADO NA MÁQUINA de FAZER PÃO


INGREDIENTES:

Líquidos:  (colocar na forma da máquina em primeiro lugar ) : 300 ml de água, 2 colheres de azeite, 35g de fermento de padeiro.

Sólidos (pôr por cima dos líquidos)-  1 colher de sobremesa de açúcar, 1 colher de sobremesa de flor de sal, 600g de mistura de: farinha sem fermento (aprox. 350g), farinha integral 225g e 25g de sementes de linhaça, sésamo, girassol, chia. Dá para alterar os valores de cada ingrediente, desde que não ultrapasse os 600g de secos.

Nota: para fazer este pão à mão, o processo é o inverso. Num alguidar colocam-se os ingredientes secos, abre-se uma cova no meio e adicionam-se os líquidos. Depois de amassar muito bem, deixar levedar e cozer no forno normal.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

VINTAGE, UMA TENDÊNCIA SEMPRE NA MODA!

CAPA COM ESPAÇO PARA TABLET

Materiais reutilizados: cartão das caixas de cereais, tecidos e botões que foram pintados com verniz de unhas.



BLOCO de NOTAS







Espero que tenham gostado!

domingo, 23 de abril de 2017

TRANSFORME AS SUAS CALÇAS de GANGA EM BOLSAS PRÁTICAS

BOLSAS PRÁTICAS E PRIMAVERIS 

REUTILIZAÇÃO DE: botões, camisas, calças de ganga, sobras de pele, fechos e adornos de metal. 

COM DUAS ALÇAS


Dei velocidade à maquina de costura para desenhar, sem padrões preconcebidos, uma única linha que juntasse todas as figuras em pele. Depois cosi botões coloridos.

Atrás fiz um bolso com fecho.


O forro foi feito com camisas. Com dois bolsos.


Base reforçada.

COM UMA ALÇA A TIRACOLO REGULÁVEL


Apliquei uma borboleta que desenhei e dois adereços de metal retirados de UNS SAPATOS VELHOS!
A bolsa é forrada e com dois bolsos.

Para um dos bolsos e base usei um tecido de borboletas.

Base reforçada. 

Botão de metal imitando uma flor.

Mais de perto, a borboleta feita com sobras de pele de estofador.

Fecha com fecho de correr.

Alça regulável bem comprida.

Espero que tenha gostado!

      As bolsas aqui apresentadas, não estão à venda, bem assim como todas as peças que exponho neste blogue. 
     Faço estas publicações, principalmente, com o intuito de levar os visitantes deste blogue (na sua esmagadora maioria ESTRANGEIROS)  a pensar que aquilo que julgam ser supérfluo e imprestável, pode ser um RECURSO, uma MATÉRIA PRIMA e servir de base para construir/confecionar algo NOVO e UTILITÁRIO. Tento motivá-los a exercitar atitudes e habilidades que eles pensam que não possuem, quando só precisam simplesmente da vontade que dê origem ao impulso de procurar participar e criar.
      Este meu MODO de PENSAR recriando, aplica-se à roupa que está fora de moda, ao LIXO (latas, garrafas, pacotes de leite), à própria CULINÁRIA, quando se conjugam alimentos que em teoria seriam desagradáveis ao paladar, ou que parecem menos apetecíveis, e a todos os aspetos da VIDA, porque quanto menos desperdiçarmos menor será a nossa necessidade de consumo e a acumulação de resíduos e lixo
      Pretendo também dizer-lhes que, no fundo, devemos REPENSAR o nosso modo de vida, desconstruindo a nossa tradicional maneira de estar, substituindo-a por uma forma de beneficiar o ser humano e o PLANETA. Se queremos viver num LAR HARMONIOSO e DESPOLUÍDO, temos que fazer por isso. Não me cabe a mim salvar o PLANETA, mas pretendo FAZER A MINHA PARTE com ATITUDES que não agridam o cotidiano e o ambiente e EDUCANDO OS MEUS FILHOS a DAREM VERDADEIRO VALOR À DÁDIVA DA VIDA, mantendo um bom relacionamento social e DEDICADOS a RESPEITAR e a PRESERVAR a MARAVILHOSA E ACOLHEDORA RESIDÊNCIA QUE É A TERRA.




sábado, 15 de abril de 2017

QUADRADOS FORMIGUEIROS

 Dica ecológica - As claras que não necessita pode congelar, para mais tarde usar em omeletes ou em suflês. 

BOLO COZIDO NUM TABULEIRO 

 Receita criada por mim.

Ingredientes:

-  8 ovos inteiros (caseiros, de preferência)
-  4 gemas (congele as claras para usar mais tarde)
-  500g de açúcar (metade do que é costume!)
- 300g de farinha Branca de Neve
- 1 colher de chá de fermento
-  200g (aprox.) de chocolate granulado. 
-  50ml de azeite caseiro (fica uma maravilha!)
-  Raspa de limão
- Uma pitada de flor de sal (o sal mais puro que existe!)
- Açúcar confeiteiro para polvilhar
- Papel vegetal
- Manteiga/margarina para untar o papel vegetal.

Preparação


      Ligue o forno a 180 graus. Forre com papel vegetal um tabuleiro de alumínio e unte com manteiga. Depois polvilhe ligeiramente com farinha.   
      Num alguidar, coloque o açúcar e os 8 ovos inteiros, depois ponha as 4 gemas, a flor do sal e a raspa do limão. Bata com uma batedeira eléctrica durante 15 a 20 minutos (aqui está um dos aspectos importantes!). 
      De seguida, com a ajuda de uma colher de madeira, envolva muito lentamente e de forma intercalada,  a farinha, o chocolate granulado, o fermento e o azeite. 
    Coloque o preparado no tabuleiro e leve ao forno, já pré-aquecido, por 50 minutos (aproximadamente!). 
     Retire do forno e desenforme. Por cima do bolo ponha açúcar confeiteiro, com a ajuda de um coador de rede larga. Enfeite com chocolate granulado ou raspado ( raspei um pedaço com a ajuda de um ralador de cenouras). 
     Corte aos quadrados, ainda morno, e sirva quando quiser!


     Espero que tenha gostado desta receita com a metade do açúcar e com ingredientes caseiros, deste modo podemos privilegiar o comércio e as relações sociais de PROXIMIDADE!
      

quinta-feira, 13 de abril de 2017

REAPROVEITANDO UM GUARDA-CHUVA

Vi este guarda chuva num caixote de LIXO, enquanto fazia uma caminhada. Achei o tecido fantástico e decidi aproveitar! Deu um bocado de trabalho retirar a armação, mas valeu a pena!


Usei para fazer o bolso, espaço para cartões e forrar a carteira.


Quando se abre o bolso, vê-se o tecido. 
Uma parte do processo de confecção. 

A CARTEIRA PRONTA


O FORRO ÀS BOLINHAS DO GUARDA-CHUVA


Divisões feitas com o tecido do guarda-chuva, rendas e outros tecidos. 


O bolso

A carteira toda aberta. Parte de fora. 

Espero que tenham gostado!

quarta-feira, 12 de abril de 2017

SAIA TRANSFORMADA EM MALA A TIRACOLO

      Existem tantas peças de roupa que deixámos de lado porque  passaram de moda ou já não nos servem,  mas que estão em perfeito estado de conservação, podendo ser TRANSFORMADAS noutra coisa! Dá pena ver tanta matéria prima EMPATADA nos "baús com cheiro a naftalina"! 
       O que vos mostro hoje é um exemplo do que se pode fazer com uma peça de roupa que estava guardada, sem ser USADA! 

ANTES ERA UMA SAIA


AGORA É UMA MALA A TIRACOLO


Toda a saia foi reaproveitada, mas tive de usar outro tecido para completar o modelo. Usei pedaços de pele, botões quadrados e fechos partidos para adornar. 

Tem um fecho atrás, cosido por fora. Apliquei restos de pele. Forrada e com dois bolsos no interior. 

Alça regulável.

Padrão com losangos e círculos, com texturas diferentes. 

Fecha com fecho de correr.

Espero que tenham gostado!

Os artigos deste blogue não se encontram à venda!