quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

MALA FEITA COM FILTROS TINGIDOS DE PRETO

MALA COM ÁRVORE

BRANCO E PRETO

MATERIAIS (RE)UTILIZADOS: filtros (tingidos com tinta da China), 1 par de calças de ganga preta, 10 pacotes de leite, 2 caixas de cereais, retalhos, sobras de pele, fechos e argolas. 

OS FILTROS TINGIDOS e SECOS

 A árvore recortada.

 Já na fase dos acabamentos. Toda cosida à mão.


A árvore foi aplicada em cima dos filtros.

 Árvore feita em pele e alças também.

 Aplicação do bolso das calças de ganga.

 Possibilidade de usar alça lateral.


 A cartonagem foi feita com pacotes de leite (por fora) e caixas de cereais (por dentro).

 Com dois bolsos no interior

 Forrada e com fecho de correr.

 Com pinos de protecção na base.




As cores do Branco

Tantos mistérios no mundo
coisas que eu nem sabia 
que o branco guarda segredos 
que a luz tem uma magia.

Se a luz esconde supresas 
precisamos perguntar 
vamos correr atrás dela 
até ela nos explicar.

Diz-me lá, oh luz branquinha 
tão cheiinha de sabores 
como é que com água e sol 
pintas no céu tantas cores?
                                                                          
                                                             Teresa Martinho Marques


Espero que tenham gostado e que este blogue vos sirva de inspiração!

ANTES DE PÔR NO LIXO PENSE e TOME UMA DECISÃO A PENSAR NA NATUREZA!

domingo, 19 de fevereiro de 2017

ALCATRA AÇORIANA, FEITA PELA MINHA MÃE

Olá a todos!

     Na minha última viagem aos Açores vivi momentos únicos, como o de rever os meus amigos e apreciar os pratos típicos das ilhas, como é o caso da Alcatra, feita pela minha mãe. Com ela aprendi tantas receitas! É uma mãe e tanto!

ESTA PUBLICAÇÃO É DEDICADA À MINHA MÃE

OS dois alguidares de alcatra que a minha mãe fez. Almoço para 15 pessoas. 


Ingredientes:


- Uma peça de carne de alcatra partida aos bocados (com ou sem osso)

- Bacon ou toucinho aos quadradinhos

- Alhos amassados com casca (se quiser pode descascar)

- Louro (folhas)

- Duas cebolas cortadas em meias luas.

- Duas colheres de sopa de pimenta da terra (típica dos Açores)

- Vinho de cheiro para cobrir a carne (Vinho típico dos Açores )

- Pimenta da Jamaica.

- Noz moscada 

- Sal marinho integral q.b.


Nota - Pode substituir o vinho de cheiro pelo vinho tinto e a pimenta da terra por massa de pimentão. 


Preparação:

       Meta tudo num alguidar de barro e adicione todos os ingredientes, misturando-os bem.

     Pré-aqueça o forno a 180º . Leve ao forno o preparado, tapado com uma folha de alumínio, ou tampa,  por 2:30h (mais ou menos).
    Depois deste tempo, verifique se tudo ficou cozido e deixe repousar no calor.   


    Sirva com arroz branco e salada.
    Espero que gostem!    Obrigada pela visita! 

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

BIBES PERSONALIZADOS

 POR MEDIDA e SEM MOLDES 

      Também gosto muito de fazer costura, a partir de um esboço, desenho ou simples ideia. 
      Na concepção destes bibes  não reutilizei materiais, mas dava perfeitamente para usar retalhos e peças de roupa que já não se usa.  

BIBES COM DIFERENTES PADRÕES


PRINCESAS

BOLINHAS/RISCADO

FLORES/BOLINHAS




 Simples












Vestido de criança
Antes era uma saia


Espero que tenham gostado!


domingo, 5 de fevereiro de 2017

REUTILIZAÇÃO DE PÃO: BOLAS AFRICANAS

UMA FORMA DE APROVEITAR PÃO DURO QUE NOS SOBRA

Dica ecológica: pode ir guardando no congelador o pão duro e, mesmo meio congelado, pode triturá-lo. No meu caso não foi preciso, pois quase todo o pão que consumimos é feito em casa e é muito mais fácil de esfarelar à mão.  


Ingredientes: 

Nota: normalmente faço esta receita a olho. Os valores que vou colocar aqui são aproximados. 

-  600g de pão duro ralado 
- 150g de manteiga
- 300g de açúcar natural
- 150g de cacau
- água para cobrir o açúcar (q.b.)

Modo de fazer: 

    Faça o ponto fio com o açúcar e a água (não deve ficar muito forte). Depois vá colocando o pão, mexendo sempre. De seguida ponha a manteiga e o cacau e mexa até ficar uma massa que possa ser moldável.
    Deixe arrefecer um pouco. 
    Ponha um pouco de manteiga nas palmas das mãos e nas pontas dos dedos, retire massa do tacho, a suficiente para fazer uma bola. Depois da bola estar pronta envolva-a em açúcar ou côco. 
    
   Para ficar mais apresentável, meta cada bolinha em formas de papel para queques. 
     As que fiz (e que estão na fotografia) não chegaram a ir para as formas, pois tenho sempre muitas boquinhas cá em casa! 

       Espero que tenham gostado da sugestão!

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

CAPAS ECOLÓGICAS PARA LIVROS

A ARTE(sanato) Ecológica 

O lixo enquanto matéria prima para a produção de peças artesanais com uso diário.



      Para realizar este trabalho utilizei o cartão das caixas de cereais. Esgotei todo o meu stock de caixas e tive de pedir aos meus amigos para me guardarem as suas caixas vazias. Eles têm sido formidáveis!
     Para fazer estas capas para livros não era preciso utilizar caixas vazias, podia ter comprado folhas de cartão (dava-me muito menos trabalho!), mas o meu objetivo principal é REDUZIR o impacto negativo do LIXO na Natureza. Claro que não vou salvar o planeta, não tenho nenhum poder neste campo, mas tenho o dever de pensar no planeta TERRA como a minha CASA e, justamente por isso, não quero POLUÍ-LA. Também tenho o dever de mostrar aos milhares de visitantes deste blogue que podemos REUTILIZAR muito do que temos na nossa casa, criando artigos úteis para o dia a dia. 
     A regra é simples: ANTES DE PÔR NO LIXO DEVO PENSAR NA UTILIDADE DA MATÉRIA PRIMA QUE TENHO NAS MÃOS. 
      Muitos não têm jeito para fazer artesanato, arte ou trabalhos manuais, mas sempre existe um amigo, ou parente que tem jeito. É sempre possível aguçar as capacidades dos outros e as nossas próprias capacidades adormecidas. A propósito, posso dizer-vos que nunca me passaria pela cabeça fazer malas ou carteiras, pois não aprendi com ninguém esta arte. Quando fiz a minha primeira carteira com pacotes de leite, para oferecer a uma amiga, nem tinha internet, nem tinha ideia  de como faria malas com pacotes de leite.  Comecei do zero! Apenas com o desejo de reaproveitar o LIXO da minha casa. 
           Muitas vezes parava a olhar para os pacotes de leite vazios. Via tanta resistência naqueles cartões metalizados que metia-me pena pô-los no lixo, ou mesmo na reciclagem. 
       Comecei por fazer caixas, depois fiz um cortinado com círculos e contas (fotografia na margem esquerda), a seguir vieram as carteiras largas e as malas tipo caixote (autênticas caixas!...podem ver no histórico deste blogue). Aos poucos foram surgindo outras ideias e modelos e, acima de tudo, um conhecimento mais aprofundado dos materiais. Entretanto, já com a Internet, com uma máquina de costura, com o incentivo dos meus amigos (especialmente o meu marido) e com poucos artigos feitos, decidi criar o presente blogue no dia 5 de outubro de 2012 .
       Muitos podem considerar-me talentosa, ou "artista" mas este talento estava bem escondido dentro de mim, só DESPERTOU com a necessidade de VIVER e AMAR a VIDA!
             
OBRIGADA a todos VOCÊS!

          CAPAS PARA LIVROS
Gatos e flores
 Feitas com caixas de cereais, com palas em pele (sobras das fábricas).

 Estampas: Guardanapos

 Forro da pala: Restos de camurça de um casaco.

  Com rendas para adorno.
 Cosida à mão. Deu um trabalhão!

As três capas têm a mesma medida. Foram feitas especialmente para um livro único.

O quadro de fundo é de ponto cruz e foi feito por mim há mais de 15 anos.

TENTO APROVEITAR TUDO...

Neste caso é o cartão da caixa do pó da máquina, os filtros de café e uma camisa de homem!

Ficou assim...
 CAPA PARA CADERNO

A PRIMEIRA MALA QUE EU FIZ
Os dias que andei à volta deste saco!

Espero que tenham gostado!

REDUZAM O LIXO!

REUTILIZANDO-O! 

domingo, 8 de janeiro de 2017

VASO FEITO com TAMBOR de MÁQUINA de LAVAR ROUPA

      A minha máquina de lavar roupa ficou avariada, sem hipótese de conserto. Tive pena de pôr no lixo o tambor e a tampa da frente de vidro. Esta tem servido de saladeira e o tambor foi transformado no vaso com pé que se vê nas fotografias. 
    Para fazer este trabalho tive de pedir ajuda ao meu filho mais velho, para desmanchar a máquina de lavar e retirar as peças que queria REUTILIZAR. Foi muito trabalhoso para ele, mas valeu a pena.  
    Inicialmente pensei fazer um puff, mas já tenho muitos cá em casa feitos com latas (resistentes e super confortáveis), então resolvi fazer um vaso e colocar lá um árvore tipo arbusto. Perene e com flor. 



ALGUMAS ETAPAS DO PROCESSO

 Os tambores das máquinas de lavar roupa são de inox, um metal muito resistente. 

 Com o uso criam muito calcário que tem de ser retirado, por exemplo, utilizando uma escova. Aqui tive a ajuda preciosa do meu marido.

 Depois de muito esfregar, ficou brilhante!

 Antes de pôr a planta dentro do vaso colocámos um saco de lixo, dos mais fortes, no qual fizemos apenas alguns furos com um alfinete. Não precisa mais, pois a água sai por qualquer furinho! 

 A seguir metemos a terra, de modo a encher todos os espaços e fizemos um buraco onde colocámos a planta.

 O pé que está na parte de baixo do tambor, pertence à parte de cima da máquina de lavar. Foi tudo desmontado e o meu filho aparafusou no meio. 


Os tambores das máquinas de lavar roupa também podem servir para fazer grelhadores, puffs, salamandras e lustres. Desta vez optei por um vaso com pé. 

Espero que tenham gostado da ideia! :)